Atendimento nutricional gratuito contribui para melhora da qualidade de vida da comunidade

Atendimento nutricional gratuito contribui para melhora da qualidade de vida da comunidade

Supervisionados por professores, estudantes de Nutrição da UniMAX atendem os pacientes de forma online enquanto desenvolvem, na prática, todo o conhecimento adquirido durante a graduação

 

Incentivar a criação e o desenvolvimento de projetos sociais em benefício da comunidade, além de propiciar que o aluno aplique seu conhecimento para o aprimoramento da sociedade são alguns dos princípios do grupo educacional que engloba a UniMAX, UniFAJ e FAAGROH. Por isso, continuamente, os cursos promovem projetos como o “Atendimento Nutricional online para todos”.

Durante o mês de junho, os estudantes do 7º semestre de Nutrição, matriculados no estágio de Nutrição Aplicada, foram acompanhados pela supervisora dos estágios, professora Ana Laura de Camargo Leme do Prado e atenderam, de forma gratuita, diversos pacientes. Projetos semelhantes a este são realizados durante toda a graduação de forma presencial, porém, devido ao distanciamento social adotado como uma das medidas de prevenção ao COVID-19, o atendimento foi realizado via Google Meet.

Ana Laura explica que durante a consulta, o paciente relata aos alunos seus hábitos alimentares e sua história clínica e nutricional. A partir disso, o estagiário elabora um plano alimentar de acordo com o objetivo da pessoa atendida e de suas necessidades nutricionais. “Para o aluno, o atendimento tem como objetivo colocar em prática todo o conhecimento adquirido durante a graduação e a vivência da prática profissional. Já para a sociedade, proporciona, de maneira gratuita, atendimento nutricional para melhora da qualidade de vida”, conta a professora.

De acordo com a supervisora, entre as competências e habilidades desenvolvidas pelos estudantes de Nutrição a partir do projeto “Atendimento Nutricional online para todos” estão a contribuição para promover, manter ou recuperar o estado nutricional de indivíduos em idades diferentes e diversas situações de saúde; a avaliação e acompanhamento do estado nutricional dos pacientes e; o planejamento e elaboração de dietas de acordo com diagnóstico nutricional, objetivo, patologias e preferências alimentares de cada paciente.

O projeto também é acompanhado pela coordenadora do curso de Nutrição, professora Bianca Sant’Anna Pires Luiz que considera fundamental que o aluno tenha a oportunidade de vivenciar a prática profissional dessa forma. “Os atendimentos remotos trouxeram aos alunos uma nova visão e oportunidade de experimentar a futura profissão”, conclui a docente.

 

Texto: Tatiane Dias – (MTB 67029)