Estudantes de Enfermagem da UniMAX promovem ação de conscientização e combate ao câncer de colo de útero

Estudantes de Enfermagem da UniMAX promovem ação de conscientização e combate ao câncer de colo de útero

Uma roda de conversa da campanha Março Lilás aconteceu na UBS Campo Bonito e envolveu alunos do curso e mulheres atendidas no local

Em praticamente todo o território brasileiro, é comum as comemorações dedicadas às mulheres ultrapassarem o dia 08 de março e se estenderem por todo o mês a partir de atividades e discussão de temas relacionados exclusivamente ao público feminino. Em Indaiatuba, por exemplo, o curso de Enfermagem da UniMAX – Centro Universitário Max Planck realizou uma ação do “Março Lilás”, campanha que incentiva a conscientização e combate ao câncer de colo de útero.

Para isso, foi desenvolvida uma roda de conversa na UBS (Unidade Básica de Saúde) do bairro Campo Bonito, que contou com os estudantes do 7º semestre de Enfermagem orientados pela professora Giovana, que leciona a disciplina de Ciclo de Estágio Comunitário II com foco na linha de cuidado à Saúde da Mulher, e envolveu as mulheres atendidas no local.

Na oportunidade, foram apresentadas a definição de câncer de colo de útero, sinais e sintomas, além de esclarecimentos sobre o que é mito ou verdade, orientações sobre o exame e abertura de agenda para a coleta nas próximas semanas.

Sobre o câncer de colo de útero

De acordo com o INCA (Instituto Nacional de Câncer), o câncer do colo do útero, também chamado de câncer cervical, é causado pela infecção persistente por alguns tipos do Papilomavírus Humano – HPV. “A infecção genital por esse vírus é muito frequente e não causa doença na maioria das vezes. Entretanto, em alguns casos, ocorrem alterações celulares que podem evoluir para o câncer. Essas alterações são descobertas facilmente no exame preventivo (conhecido também como Papanicolaou ou Papanicolau), e são curáveis na quase totalidade dos casos. Por isso, é importante a realização periódica deste exame”, diz o órgão público.

Ainda, segundo o INCA, este é o terceiro tumor maligno mais frequente na população feminina (atrás do câncer de mama e do colorretal), e a quarta causa de morte de mulheres por câncer no Brasil. Pesquisas recentes apontam que Manaus é a capital brasileira com maior taxa de incidência e mortalidade pela doença.

Sinais e sintomas

Por ter um desenvolvimento lento, a doença pode não apresentar sintomas no início. Em casos mais avançados, pode evoluir para sangramento vaginal que vai e volta ou após a relação sexual, secreção vaginal anormal e dor abdominal associada a queixas urinárias ou intestinais.

Prevenção

O uso de preservativos (camisinha masculina ou feminina) durante a relação sexual com penetração protege parcialmente do contágio pelo HPV.

Já a vacinação e a realização do exame preventivo (HPV) se complementam como ações de prevenção desse tipo de câncer.

 

Saiba mais sobre Enfermagem, clique aqui!

 

SERVIÇO

Vestibular 2020 – UniMAX – Centro Universitário Max Planck

Inscrições: www.unimax.edu.br

Dias e horários: de segunda a sexta-feira, às 10h e às 19h30, e aos sábados às 9h30.

Local: Campus I – Avenida 9 de dezembro, 460 – Jardim Pedroso – Indaiatuba/SP

Telefone: (19) 3885-9900

Texto: Tatiane Dias – (MTB 67029)

31/03/20