Faculdade Max Planck celebra sucesso do Imposto de Renda Solidário 2016

Faculdade Max Planck celebra sucesso do Imposto de Renda Solidário 2016

Alunos de Ciências Contábeis realizam ação que arrecadou leite para entidade social

 

O curso de Ciências Contábeis da Faculdade Max Planck realizou no sábado, 23, mais uma edição do Imposto de Renda Solidário. Aberta à população, a iniciativa teve o objetivo de orientar o preenchimento da declaração anual de Imposto de Renda. No total foram 248 pessoas atendidas durante o evento, realizado na Praça de Alimentação do Shopping Jaraguá, centro de Indaiatuba.

Realizado por 101 alunos da graduação, o serviço contou com a supervisão de oito professores, além de cinco profissionais técnicos. “É um evento muito importante especialmente em nossa área, que é tão complexa. Quase não há iniciativas sociais assim, então a Faculdade está de parabéns. Além disso, acredito que o evento foi um sucesso, tanto pela procura da população, quanto pela interação entre alunos e corpo docente. É realmente uma experiência fundamental para a formação do profissional”, afirma a aluna Priscila de Oliveira Preto, do 7o semestre.

Para participar, os interessados não precisaram pagar pelo atendimento. Porém, quem pode, contribuiu com doação de leite. Ao final, foram arrecadados 70 litros, que serão doados ao Lar São Francisco, de Indaiatuba.  Além disso, os contribuintes foram orientados a doar 1% do imposto de renda a entidades de Indaiatuba que estiverem devidamente cadastradas no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).

“Fizemos toda a declaração dentro dos critérios exigidos pela Receita. O contribuinte só precisou transmitir os dados salvos no pen drive. Foi mais um ano de muita satisfação e renovação do prazer pela profissão, especialmente ao ver os futuros profissionais realizando um excelente atendimento”, explica o coordenador do curso de Ciências Contábeis, professor João Antonio Barduchi.

Aluna do 1º semestre, Telma Aparecida dos Santos já trabalha na área. Porém, acredita que a experiência foi muito válida. “Foi interessante observar a procura das pessoas pelo serviço. Isso ajuda a exercitar os conhecimentos. E é bom para divulgar o curso e a faculdade”, comenta.