“Inovações em Engenharia para um cenário de pós pandemia” é tema do Hackathon promovido pela parceria entre UniMAX e WeGo Hub de Inovação

“Inovações em Engenharia para um cenário de pós pandemia” é tema do Hackathon promovido pela parceria entre UniMAX e WeGo Hub de Inovação

Alunos dos cursos de Engenharias Civil; de Produção e de; Controle e Automação participarão em quatro sextas-feiras do 1º Engineering Hackathon do Centro Universitário Max Planck de Indaiatuba

 

Nos dias 08, 15, 22 e 29 de maio, a UniMAX – Centro Universitário Max Planck de Indaiatuba em parceria com a WeGo Hub de Inovação promove o 1º Engineering Hackathon totalmente online com o uso de tecnologias Google For Education. O tema principal do evento é “Inovações em Engenharia para um cenário de pós pandemia”.

“Fizemos uma pesquisa nas principais mídias e redes sociais e junto a especialistas da área, depois nos reunimos com a coordenação para definir o tema. Dessa forma relacionamos com as principais Diretrizes Curriculares Nacionais da formação do engenheiro até chegarmos a esta proposta”, explica um dos idealizadores do Hackathon, professor Julio Cesar Passos.

Divididos em grupos heterogêneos, a partir da problemática apresentada os alunos de Engenharia Civil; de Produção e; de Controle e Automação (Mecatrônica) desenvolverão soluções inovadoras que podem resultar em serviços, aplicativos, plataformas, entre outros produtos.

“O objetivo é tornar o aluno protagonista do processo de aprendizagem, além de desenvolver competências e habilidades próprias do engenheiro para atuação no mercado de trabalho, além do fortalecimento da instituição”, explica professor Julio.

Para isso, os futuros engenheiros serão acompanhados pela Wego Hub de Inovação, responsável por toda a aplicação da metodologia de desenvolvimento de soluções e inovações do evento. A WeGo fará também toda a mentoria com a contribuição de diversos profissionais que nortearão equipes interdisciplinares por meio de perguntas direcionadoras.

Luiz Fernando Feijó, CEO da WeGo Hub de Inovação destaca que iniciativas como o Engineering Hackathon idealizado pela UniMAX, vem muito em linha com o momento vivido, em escala global, mas, principalmente, com o amadurecimento da cultura empreendedora local. “O ecossistema é propriedade da comunidade, mas precisa ser liderado por indivíduos e entidades que compreendam claramente a importância de se construir uma estrada, que nos conecte com o futuro. Mais do que migrar um sistema de ensino presencial para um modelo online, é nossa responsabilidade reinventar a maneira como o conhecimento deve impactar uma sociedade”, salienta.

O CEO ressalta ainda que este formato, vivencial, lúdico e gameficado, tem o poder transformador de “instalar” comportamentos empreendedores, em jovens que estão se preparando para um mercado altamente seletivo, onde soft skills é a palavra de ordem. “Um ecossistema de empreendedorismo de inovação consistente, se consolida a partir da união dos seus agentes, e por isso nós, da WeGo, estamos juntos neste projeto, porque compartilhamos do mesmo propósito”, enfatiza.

Ao final do evento, as soluções apresentadas pelos grupos de estudantes serão avaliadas por um corpo de jurados que terão um valor simbólico para aplicar no projeto como “investidores”.

 

Texto: Tatiane Dias – (MTB 67029)