UNIMAX NA PRÁTICA- ENFERMAGEM

UNIMAX NA PRÁTICA- ENFERMAGEM

UNIMAX NA PRÁTICA- ENFERMAGEM

Métodos propedêuticos, técnicas e procedimentos durante o exame físico

 

Os métodos propedêuticos (palpação, inspeção, percussão e ausculta), técnicas e procedimentos durante o exame físico são fundamentais para prática profissional do enfermeiro e utilizam os sentidos de visão, audição, tato e olfato. Por esse motivo, os estudantes de Enfermagem da UniMAX – Centro Universitário Max Planck de Indaiatuba – são muito bem orientados sobre o tema para que assim possam oferecer o melhor atendimento aos futuros pacientes que estarão sob seus cuidados.

Segundo o coordenador do curso de Enfermagem, professor  Alexandro Marcos Menegócio, o enfermeiro, bem como outros profissionais da saúde, é responsável pela realização do exame físico de enfermagem, deste modo, são capazes de identificar os sinais e sintomas das doenças para assim atuar com foco nos problemas relacionados à sua área. “Isso se dá partir da identificação utilizando os métodos propedêuticos para que assim os enfermeiros possam atuar e resolver os problemas”, explica.

A aula prática teve por objetivo propiciar ao aluno o aprimoramento da prática profissional a partir do aprofundamento sobre:

  • Palpação: método em que o profissional de saúde usa as pontas dos dedos ou as palmas das mãos para examinar o corpo do paciente, geralmente, quando há suspeita de alguma doença. Isso permite avaliar o tamanho, forma, firmeza, mobilidade ou localização de determinado órgão ou estrutura;
  • Inspeção: avaliação visual sistemática das partes do corpo do paciente submetido ao exame;
  • Percussão: o enfermeiro bate com as pontas dos dedos no corpo do paciente que produz sons audíveis e vibrações palpáveis que podem ser distinguidas pelo profissional. Podem ser identificados três tipos de sons: o maciço, o submaciço e o timpânico;
  • Ausculta: também é utilizada para ouvir os sons dos corpo do paciente, geralmente, com auxílio de um estetoscópio para ampliar o sentido da audição. O método ajuda a distinguir sons normais dos anormais e identificar quais são indicativos de determinadas patologias.

 

SERVIÇO

UniMAX – Centro Universitário Max Planck

Site: www.unimax.edu.br

Telefone: (19) 3885-9900

 

Texto: Isabella Fracaroli Menegocio

Edição e Revisão: Tatiane Dias – (MTB 67029)